O que a GloboNews me ensinou com a prisão do Cabral?

manipulacao-midiaticaAcompanhei o caso da prisão do Sérgio Cabral pela Globo News. Não me assustei pela imparcialidade e nem pela manipulação, pois sendo a Globo, já é normal quererem entregar o seu pacotinho de opiniões e julgamentos prontos.

Porém, o que mais me chamou a atenção desde o início da cobertura foi tentar vincular o Sérgio Cabral ao ex-presidente Lula. O problema é que o Cabral é filiado ao PMDB, partido do atual presidente, o Michel Temer.

Não quero aqui defender o Lula, que lutou pelos direitos sociais mas em nada deixou a desejar a pequenos e grandes burgueses, pois como o próprio disse: Nenhum empresário ganhou tanto dinheiro como no seu governo. Mas quero aqui apontar o perigo de instituições de comunicação com um papel tão nocivo quanto a rede Globo, esta que aprendeu muito bem a manipulação da opinião pública, deixando para trás o Cidadão Kane.

Em poucos momentos da cobertura da GloboNews a prisão do Sérgio Cabral ouvia-se que o mesmo era filiado ao PMDB e que as acusações que o levaram a prisão foi da época em que era governador do Rio de Janeiro pelo PMDB. Mas o destaque era: Sérgio Cabral, aliado de Lula. Mas esquecem de citar que para se eleger governador em 2006 ele teve o apoio de Garotinho, também preso, e que à época era membro do partido (adivinhem) PMDB. Mas o destaque era para o único que interessa a mídia, o Lula.

Ora, isso é uma clara vontade de cada vez mais criminar um e poupar outro.

Tempos sombrios estão chegando.

Tenho o péssimo hábito de postar sem reler o texto. Assim, pode ocorrer alguns erros de digitação. Peço que se você encontrar algum pressione Shift + Enter ou click aqui para me informar do mesmo!

Deixe uma resposta